O projeto BIMclay envolve o desenvolvimento e a produção de materiais multimédia com base na estratégia BIM e tendo em consideração os desafios relacionados com a ACV (Análise do Ciclo de Vida) de produtos cerâmicos, para serem utilizados como material de formação para estudantes e profissionais da área.

É necessário definir e compilar os métodos mais adequados para a colocação de produtos de cerâmica usando as mais recentes tecnologias BIM, que trazem altos níveis de eficácia, começando pelos métodos tradicionais locais, mas comparando-os, selecionando os melhores para cada produto específico de cerâmica, e incorporá-los nos currículos das organizações de formação do setor, tanto para formação inicial como para formação contínua.

Aproveitando para promover a ferramenta BIM nos países no âmbito do nosso consórcio, e contando com um parceiro de um país líder e precursor dessa ferramenta, consideramos estar criada uma estrutura perfeita para a realização deste projeto com o objectivo de inovar na formação sobre os processos de colocação e execução de produtos de cerâmica.

A abordagem do ciclo de vida implica uma forma de análise global que não inclui apenas os parâmetros tradicionais (fabrico e produção), mas também considera todos os processos que ocorrem ao longo de seu ciclo de vida (do berço ao túmulo). Desta forma, os impactos ocultos surgem e a transferência de cargas é evitada; ajudando a tomar decisões e identificar opções.

Instituições como o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (por meio da Iniciativa do Ciclo de Vida UNEP-SETAC) ou a Comissão Europeia (por meio da Plataforma Europeia para a ACV) promovem a sua aplicação para a melhoria ambiental de produtos e processos em todos os setores, incluindo a construção.

 

OBJETIVOS

 

A ideia desta proposta surgiu das conclusões de diferentes reuniões das associações europeias, destinadas a solucionar os múltiplos pedidos das associações nacionais cujas empresas membros estavam cientes de que a colocação exerce grande influência no mercado de produtos cerâmicos, dando um valor extra ao produto, quando é colocado de acordo com as práticas recomendadas ou fazendo com que pareça um material “inadequado”, quando os procedimentos de aplicação não são os adequados.

 

PROMOTOR

Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e de Cristalaria (Portugal)

www.apicer.pt

PARCEIROS

Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro (Portugal)

www.ctcv.pt

Hispalyt- Asociación Española de Fabricantes (Spain)

www.hispalyt.es

Asociación Empresarial de Investigación Centro Tecnológico del Mármol, Piedra y Materiales (Spain)

www.ctmarmol.es

Institute of Entrepreneurship Development IED (Greece)

http://ied.eu